Trabalho humanitário e ações baseadas na Bíblia potencializam atendimento às necessidades pessoais
21/12/2021 17:04 em Novidades

A Igreja Adventista do Sétimo Dia mantém uma agência humanitária e diversos projetos de voluntariado ao redor do mundo. Tanto na área missionária quanto social, milhares de pessoas são atendidas por essas iniciativas.

Somente a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) atua em 118 países com projetos na área da saúde, educação, além do atendimento a emergências.

Para compreender mais sobre essa contribuição, a Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) conversou com Ronald Kuhn, teólogo que tem no currículo 24 anos de trabalho pela ADRA e hoje é o diretor associado do Instituto Mundial de Missões. Ligado à sede da Igreja Adventista para todo o mundo, o objetivo desse órgão é formar e enviar missionários para pregar o evangelho nos mais distintos locais do globo.

Como você enxerga a importância do trabalho humanitário realizado pelos adventistas em todo o mundo, principalmente por meio da ADRA, em tempos de tantas dificuldades sociais?

A primeira responsabilidade de velar e assistir aos necessitados é individual. No acerto de contas final (Mateus 25:34-45), a responsabilidade não será cobrada de instituições ou da Igreja, mas sim dos indivíduos. No entanto, a dimensão das calamidades chegou a tal ponto que os indivíduos não podem responder sozinhos a mega desastres e emergências. Por isto foi necessário criar uma agência internacional de ajuda humanitária para fazer frente a estas necessidades.

Como em muitos casos, a Igreja não pode estar presente ou não é permitida sua atuação em alguns lugares. Por isso faz-se necessário e prioritário o trabalho da ADRA como agência focada no trabalho humanitário.

 

Acesse a notícia na íntegra no link abaixo:

 

https://noticias.adventistas.org/pt/noticia/missao/trabalho-humanitario-e-acoes-baseadas-na-biblia-potencializam-atendimento-as-necessidades-pessoais/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS